Odontopediatria

É a especialização da odontologia que cuida de crianças e adolescentes. O objetivo deste profissional é cuidar e preservar os dentes de leite que possuem importantes funções no desenvolvimento dos ossos da face, na preservação do espaço para os dentes permanentes não permitindo a redução do arco dentário nem a disfunção na articulação da mandíbula, no desenvolvimento da fala e na mastigação dos alimentos. Assim que o dente irrompe na boca do bebê, seu esmalte se adere à placa bacteriana a que é formada por bactérias e pelo ácido lático que a bactéria produz, desmineralizando o dente e deixando-o mais frágil à ação da cárie. A criança deve ir a um odontopediatra quando o primeiro dente nasce para que a mãe receba informações importantes sobre a higiene bucal e dicas para realizar a higienização com mais facilidade fazendo com que a criança seja tratada da maneira correta e com seus devidos cuidados. Outra função importante que o odontopediatra desempenha é na prevenção da fluorose provocada pelo excesso consumo de flúor, pela criança, na água e nos cremes dentais que elas engolem. A fluorose apresenta manchas nos dentes incisivos que normalmente são brancas e prejudicam a estética dentária. Este profissional também ensina a criança a ter prazer e diversão na hora da escovação. Auxilia os pais a comprarem mais de uma escova de cor e forma diferentes, a colocar a criança de frente a um espelho, assim el a vê o que acontece e permite com mais facilidade a escovação, a ter o hábito do fio-dental que retira a sujeira onde a escova não alcança e a usar cremes dentais sem flúor, que podem ser ingeridos pela criança sem causar danos. Nós oferecemos diversos tratamentos ortodônticos, incluindo os tradicionais aparelhos fixos/móveis e os estéticos (de porcelana). Existem diversas alternativas e cada caso é personalizado. Pensando nos cuidados durante a gestação, o pré-natal odontológico visa orientar e promover a saúde, para obter uma gravidez tranqüila e uma infância saudável.

QUAL A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO EM BEBÊS E CRIANÇAS?

É essencial que os pais compreendam a importância do conceito da prevenção. Não é bom adiar a consulta de um bebê porque pensam “ele não vai ajudar, ele vai chorar”, pois a odontopediatra está apta a lidar com bebês. O ideal é que a primeira consulta seja feita antes do nascimento dos primeiros dentinhos, para desde então orientar os pais e acompanhar a erupção dos dentes de modo que a criança nunca tenha uma cárie.

COM QUE IDADE DEVO LEVAR MEU FILHO AO ODONTOPEDIATRA?

A primeira consulta deve ser realizada antes do nascimento dos primeiros dentinhos, ou seja, antes dos seis meses de vida. O ideal seria que a mãe, ainda grávida, fosse ao dentista para que ele a orientasse quanto aos cuidados com saúde bucal de seu bebê, pois os dentes começam a se formar ainda na barriga da mãe.

QUANDO OS DENTES DE LEITE COMEÇAM A NASCER?

Em geral, entre o sexto e o oitavo mês de idade, nascem os primeiros dentinhos, que chamamos de incisivos inferiores (dentinhos de baixo). Por volta dos dois anos e meio a 3 anos de idade, todos os 20 dentes de leite que são chamados de decíduos, devem estar presentes na boca. Os dentes permanentes começam a nascer aos 6 ou 7 anos, e por volta dos 13 anos, ocorreu a troca de todos os dentes.

QUANDO INICIAR A HIGIENE BUCAL NAS CRIANÇAS?

Deve-se iniciar a higienização bucodentária do bebê com gaze, tecido macio umidecido ou dedeiras de borracha ou silicone, 2 a 3 vezes ao dia. Nessa fase, a mãe já deve estar orientada e preparada para realizar a higienização bucal, não deixando, jamais, a criança dormir com a boquinha suja. A higienização com escova dental deve se iniciar logo após o nascimento do primeiro dentinho.

SE OS DENTES DE LEITE VÃO CAIR, POR QUE É IMPORTANTE TRATÁ-LOS?

Os dentes de leite são importantes porque preparam o caminho (guia) para a erupção dos dentes permanentes, eles proporcionam uma mastigação e deglutição adequada dos alimentos e consequente uma melhor digestão. Um dente de leite comprometido por uma cárie poderá levar a uma infecção, dor, inchaço e comprometer o dente permanente.